Quem sou eu

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Metrô para a Alvorada e além...

Eu tenho visto a discussão entre a construção de um BRT ou a continuação do Metrô ligando o Terminal Rodoviário da Alvorada e a Estação de Metrô que estão construindo na Barra, a Estação Jardim Oceânico. Mas eu, como gosto de pensar diferente, pergunto: "Por que não os dois?". E ainda pode ser mais barato e eficiente.

terça-feira, 11 de março de 2014

Bolsa Família X Bangladesh por Pep Bonet

Eu vejo muita gente falando contra a Bolsa Família, chamando os dependentes deste programa de indolentes, preguiçosos, acusando-os de não quererem trabalhar etc. Mas é muito fácil falar, especialmente se não conhece a situação, se não conhece a pobreza, e se não estudou história direito.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Sobre trols

Me apareceu pelo Facebook o artigo da escritora e artista visual Alliah falando de uma amiga dela que recebeu uma enxurrada de mensagens trols depois de publicar uma lista pessoal de escritores (Ver artigo em questão aqui.). As pessoas tem o direito de discordar, especialmente se estiverem embasadas, e sugerir para ela gente que poderia estar na lista, mas ninguém tem direito de ficar ofendendo de modo sem sentindo.

Existe certos tipos de pessoas que não entendem algumas coisas, como opiniões pessoais. Acham que tudo tem que ser do modo dela. Que também não entendem nuances.

Por que os dois parágrafos acima parecem desconexos? Por que entre eles eu tive que fazer uma pausa para uma discussão sobre política no Facebook. Eu tenho um amigo que tem opiniões muito de direita, ao ponto que considero irracionais, chegando ao ponto de ser trol, e eu acabei trolando ele. Ele não entendeu quando falei que um dos motivos de Cuba ter o governo que tem é por causa dos EUA. Cuba não seria o que é se não existisse o embargo. As tentativas de retomar Cuba para recolocar em funcionamento os prostíbulos e os cassinos que existiam lá no tempo antes de Fidel incentivou a aproximação com a União Soviética. Este amigo achou que eu defendi Cuba, quando eu só falei de causa e consequência. E eu trolei alguém com opiniões e entendimento tão limitadas que chegam a ser trol, e não precisei muito.

Mas voltando ao trol original que inspirou-me este artigo. Existe um tipo de trol invejoso. Ele segue um padrão, que pode ser melhor explicado pelo comentário que  estava escrevendo escrevendo no artigo da Alliah.

"
Eu costumo jogar para a caixa de spam pregações religiosas e comentários babacas inúteis, que normalmente costumam ser anônimos e em inglês. Será que o trol não se garante em uma discussão em português cara a cara? Ou acha que seu comentário babaca será superior por que está em inglês?

Então a característica de muitos trols, que normalmente não passam de invejosos, é escrever comentários anônimos em inglês, de forma ofensiva, depreciando o trabalho. Isto pode ser para esconder um complexo de inferioridade.

Minhas caras. Se aparecem trols para encher a paciência, então vocês estão arrasando, arrebentando. Encarem como elogios.

Pensando bem, acho que vou retirar os comentários trols da caixa de spam e "agradecer" os elogios. rsrsrs

Aliás, acabei escrevendo também sobre trols em um dos meus blogs. Acho que foi Inveja Construtiva, e vontade de dar a minha opinião.
"

Acho que não existe nada mais eficiente e divertido contra um trol do que trolar ele.

E não sei se este meu comentário ficará, se será aceito no artigo, mas mando o meu recado.

(Sim, este texto está sendo escrito on the fly)

Um amigo, que participou indiretamente da discussão sobre política que citei acima, me mandou o seguinte vídeo que fala sobre trols. Mas a pesquisa falada no vídeo é somente sobe os que trolam conscientemente, que fazem intencionalmente. Ela não pesquisou os trols em seu ecossistema.

Pessoas podem ser trol por suas crenças, que quanto mais intolerantes forem, mais chances de serem sem perceberem. Por exemplo, as Testemunhas de Jeová são grandes trols que sem perceberem fazem um grande desserviço à própria religião deles. Eles são considerados como pessoas à parte, são segregados, por causa do hábito chato de acordar as pessoas no domingo de manhã, justamente no dia que a pessoa pode colocar o sono em dia, para pregar. Eles não tem consciência de quão chatos são com este hábito.

Existe o trol que citei no comentário copiado acima, o invejoso, de inveja depreciativa (Um dia falo de inveja construtiva.), que muitas vezes pode ter complexo de inferioridade que tenta esconder com uma arrogância. Então faz sentido ele mandar comentários anônimos e tentar valorizar escrevendo em inglês.

Um exemplo deste tipo de trol foi o que escreveu o comentário copiado abaixo sobre o meu teste de uma lente.

"
Oh shit, what a horrible pictures... D: Do you think that this is a serious test?
"

Eu não quis fazer um teste de laboratório, e sim, de experiência de uso. E o comentário dele parece ou não inveja? rsrs