Quem sou eu

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

A relação dos Coxinhas e o Cunha: Da paixão desenfreada à convivência odiosa sob o mesmo teto.

A relação dos Coxinhas com Cunha tem uma história muito interessante.

Muita gente sabia que ele não prestava, mas a oposição elegeu ele presidente da câmara.

Ele era o herói dos Coxinhas. Armou para aprovar a redução da maioridade penal, para financiamento de empresas para campanhas eleitorais, para retirar o direito da mulher abortar em caso de estupro etc. Encaminhou muitos projetos, inclusive engavetados anteriormente, do interessa de empresas, de financiadores de campanha etc. Ele era o herói.

Criou CPI para sabotar investigações, intimidar advogados e testemunhas, saber o que elas iriam falar nas investigações etc.

Sabotou o governo quanto pôde nesta época.

Ele recebeu os pedidos de impeachment. Os gurus dos Coxinhas tiraram fotos com ele. Falaram que ele era amigo, que iria derrubar a Dilma e o PT. Perdem a eleição, então tentam ganhar no tapetão. E quem era o dono do tapete? O Cunha.

Os Coxinhas tratavam ele como herói. Puxavam o saco dele, inflavam o ego dele.

Primeiras denúncias da operação Lava Jato. Mas não acreditaram. O PT é corrupto, é bandido (Provas? Para que? Nosso ódio de Coxinha basta.). "Estão tentando sujar o nome dele. Desviar a atenção.".

O Cunha usa os pedidos de impeachment para chantagear o governo.

Denúncia de contas no exterior e lavagem de dinheiro. E os Coxinhas: "É mentira.". Fingem que nada aconteceu.

A denúncia fica mais séria. Aí os Coxinhas falam: "Ele é o herói que vai derrubar a Dilma.".

O PSOL entra com pedido de cassação, aproveitando o "mole" que o Cunha deu na CPI da Petrobrás, em uma tentativa de "legitimar a sua honestidade".

A coisa complica, e o PT passa a ter uma arma contra Cunha. Ele elimina um bando de pedidos de impeachment (Cada um era mais ridículo do que o outro.), mas guarda alguns como carta na manga.

Os Coxinhas ainda acreditam que ele vai fazer o impeachment, mas ele só quer mesmo se manter no poder. Ele tenta usar os dois lados.

Muitos Coxinhas, diante de provas irrefutáveis de corrupção do Cunha, vindas de vários lugares, já começam a mudar o discurso, tendo até os que continuaram aliados a eles falando "É corrupto, mas é quem vai derrubar a Dilma e o PT", "Não importa quanto ele seja corrupto, desde que derrube a Dilma e o PT". Era algo do tipo "É ladrão, mas é meu herói.".

A coisa vai piorando, e o PT, na dúvida se segura o Cunha, e tenta negociar a governabilidade, ou se chuta ele logo, adia a decisão.

Alguns Coxinhas já falam que não são amigos dele, que não são fãs dele. Que só defendem a mesma causa, derrubar a Dilma e o PT.

O Cunha fica cada vez mais queimado.

Alguns Coxinhas percebem que ele não vai acatar o pedido de impeachment.

Até que o PT não pode mais adiar, apesar de diversos adiamentos foram manobras de Cunha e seus amigos (e algumas pegaram mal), e resolve "pagar para ver". Decide queimar o Cunha. Estava muito ruim com ele, e ingovernável de qualquer forma.

Aí, o Cunha tenta se salvar apelando para o impeachment, além de usar como vingança contra o PT. Ele tenta se salvar de novo, tentando um desesperado movimento para trazer os Coxinhas, os anti-PT, a oposição etc, para salvar a pele dele. Tenta dar uma de herói da oposição de novo.

Muitas pessoas já dizem a muito tempo que ele não tem moral, como corrupto conhecido, para conduzir um impeachment.

Neste momento os Coxinhas tentam se desgrudar cada vez mais, em um processo que começou a algum tempo (não muito tempo), da sujeira que é o Cunha - que ficou claro a todos, até para os Coxinhas que o tinham como herói - para não parecerem tão sujos assim, para não terem a sujeira dele grudada em sua pele.

Desmentem o apoio incondicional, e o tratamento de herói, que davam a ele. Dizem que não era bem assim.

Os Coxinhas querem salvar a sua própria pele. Ele é ainda o salvador, mas um lixo ao mesmo tempo. Tem gente comparando ao traficante que liga para a polícia para informar um estupro acontecendo na casa ao lado. (Um baita desconhecimento de como funciona uma área dominada pelo tráfico.)

Então tentam usar o argumento de que a denúncia de crime feita por um criminoso contra outro criminoso é válida. Mas o primeiro criminoso não estaria mentindo sobre o segundo? Não tentaria atribuir seus crimes ao outro? Não tentaria se salvar fazendo a denúncias falsas contra um inocente?

Eu sou do tipo que acha que denúncias vindo de pessoas suspeitas são suspeitas, e tem que ser bem verificadas.

Não sei Cunha percebeu que já perdeu, que, conseguindo ou não o impeachment, a cabeça dele já está na guilhotina, e talvez só consiga a decapitação mais rápida ao acatar este pedido.

Os Coxinhas vão querer a cabeça dele, conseguindo ou não o impeachment, e não conseguindo, ele passa de herói ao mega bandido da história. Mesmo conseguindo, ele continua um bandido, e tem que ser eliminado.

Talvez ele saiba que vai cair, mas quer cair da forma mais catastrófica possível, explodindo para todos os lados.

E o papel dos Coxinhas neste história toda é muito interessante, de amar, adorar, louvar etc, a querer se livrar dele, e dizer que nunca se associaram a ele etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário