Quem sou eu

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O resgate dos beagles

Estou estarrecido com a atitude, o fanatismo e a irresponsabilidade destes "amigos dos animais". Eles invadem um laboratório para salvar os cachorros bonitinhos, mas nem pensaram exatamente no que estavam fazendo e as consequências, que poderiam ser desastrosas para eles, para os animais, e para a população em geral.

Eles acreditavam que eles eram maltratados, torturados etc. Mas tinham provas concretas? Tinham testemunhos de funcionários? Não. Só tinham um bando de boatos, cultivados por alguns deles, por boateiros, e até por alguns que adoram provocar confusão. De onde partiu a informação que estavam sacrificando todos os animais? Quem afirmou isto? Encontraram alguma prova? Mas os bandos de fanáticos são cegos, só acreditando no que convém ao fanatismo deles.

O que pensavam que acontecia por lá? Eletrochoques por diversão? Operações de transplante de cabeça?

Os cães estavam acostumados com um ambiente calmo com algumas pessoas por vez, e repentinamente começa uma barulheira do lado de fora. Depois a invasão, com muitos entrando ao mesmo tempo, possivelmente fazendo barulho, destruindo tudo etc. Não acham que isto assustaria os bichinhos?

Num ataque histérico, semeado por fanatismo e boatos, um grupo de loucos invadiu um laboratório onde fazem testes de medicamentos. Eles não encontraram cães de duas cabeças e nenhuma aberração, pelo menos nada assim foi relatado na imprensa, pois se encontrassem, fariam o maior alarde. Mas para onde levaram os cães? Tinham local planejado para levá-los? Tinham uma triagem pronta para avaliá-los? Tinham pessoas já designadas para cuidar deles? Não. Tanto é que um foi posto à venda pela Internet.

E no fundo não viram que a atitude deles poderia causar mais sofrimento aos animais, e até matá-los. Existem variações genéticas em alguns espécies, sendo que algumas são naturais e outras não, nas quais os animais adoecem depois de um tempo. Existem ratos que quase sempre sofrem de câncer, e eles são usados na pesquisa do câncer. Existem mutações naturais que causam algumas doenças, e estes animais poderiam ter esta mutação, que podem também acontecer em humanos. Assim eles seriam usados para pesquisas, para depois salvar a vidas de humanos, e até dos animais.

Outro motivo para usar animais são estudos de doenças neurológicas degenerativas, que nos humanos podem aparecer depois dos 60 ou 70 anos, e evoluir ao longo de 10 anos, mas em algumas espécies de animais podem aparecer em um ano e evoluir em poucos meses, permitindo um ciclo de pesquisas mais rápido.

Não pensaram que estes animais poderiam estar doentes por algum problema genético, ou por alguma doença contagiosa imposta a eles, para testar medicamentos, e que sem estes medicamentos, que receberiam regularmente no laboratório, eles poderiam sofrer e até morrer? Não pensaram que esta doença poderia contaminar os humanos? Ou seja, os invasores poderiam fazer com que uma doença, que antes estava confinada em um laboratório, se espalhasse pela população. Eles não pensaram nisto? Garanto que não.

E uma hipótese mais fantástica ainda, os cães poderiam ser portadores de uma doença perigosa para humanos, mas inofensiva a eles, e que estava sendo feito um estudo por que são imunes. Este é mais um cenário na qual os invasores estariam espalhando na população em geral algo perigoso.

Eles não sabiam as condições reais, e só pensavam cegamente e fanaticamente em salvar os animais. Não sabiam se estavam se expondo a algo, se estavam expondo os animais as doenças que existem do lado de fora, não pensaram se este resgate não seria traumático aos animais. Não pensaram em nada.

Não pensaram que poderiam interromper o desenvolvimento de remédios que aliviariam, ou curariam, doenças, e esta etapa de testes voltaria à estaca zero, pois destruíram também os equipamentos, os dados, as amostras, e levaram os computadores. Ou seja, podem ter atrasado o desenvolvimento de algum remédio ou vacina em anos, e neste tempo milhares, ou até dezenas de milhares de pessoas poderiam adoecer, ou até morrer, por que o remédio ou vacina não ficou pronto a tempo para elas.

Existem laboratórios médicos que tem materiais tão perigosos que, em um caso de invasão assim, no lugar do diretor do laboratório, eu daria a ordem de atirar nas pessoas, de usar força letal. Prefiro ver 20, ou até mesmo 50 ou 100, mortos nos jardins, do que permitir algumas doenças escapem do laboratório. E ainda, dependendo do ponto que as pessoas cheguem dentro do laboratório, eu até as mataria para não saírem. Prefiro isto do que ver uma epidemia de varíola ou ebola matando dezenas, ou centenas, de milhões.

Também não pensaram sobre a origem dos boatos. E se fosse uma empresa farmacêutica concorrente que espalhou, só para causar um estrago, sabotando o trabalho de desenvolvimento de algum remédio? E onde foram parar os computadores? Eles poderiam estar nas mãos destes insufladores, que aproveitaram para roubar os dados das pesquisas. Sim, vocês que resgataram os beagles podem ter sido otários úteis nas mãos de gente sem o menor escrúpulo, em uma guerra comercial da indústria farmacêutica.

Em suma, o resgate foi um ato de grande irracionalidade. Não se preocuparam em consequências que seus atos poderiam ter, a quem interessava a destruição do laboratório etc. Não queriam pensar nada além de salvar cães bonitinhos de "grandes crueldades". Não pensaram que poderiam estar errados, e que a atitude poderia estar errada. Acreditaram e boatos, sem nenhuma prova concreta. Foram um bando de histéricos irracionais, manipulados por outros histéricos irracionais, e não duvido que por mais alguns canalhas que gostam de gerar confusão.

Sim, sou favorável aos testes com animais, mas depois das etapas de simulação computacional, in vitro etc, forem feitas. Assim se poupa trabalho, dinheiro, tempo, e os animais de experiências e sofrimentos que poderiam ser evitados.

2 comentários:

  1. Recomendo ler:

    http://temciencianoteucha.wordpress.com/2013/10/23/por-que-ainda-usamos-animais-em-pesquisas/

    ResponderExcluir
  2. Também recomendo ler:

    http://oglobo.globo.com/in/os-zooxiitas-a-polemica-do-uso-de-animais-em-experiencias-3975651

    ResponderExcluir