Quem sou eu

Minha foto

Sou viciado em computação, Internet e Fotografia. Morei por quase 6 anos, e ainda frequento, Paraty. Sou usuário de softwares Open Source, tendo dado algumas contribuições em diversas ocasiões.

quarta-feira, 18 de março de 2015

Perigos da contramão

Existem algumas pessoas que gostam de fazer "bandalhas" para encurtar o caminho, mesmo aquelas claramente perigosas, e existem alguns lugares que são confusos, que um não conhecedor do local se confunde.

Não sei qual foi o caso aqui, se foi um motorista que não conhecia o local, se perdeu e entrou na contramão por engano, ou se foi alguém fazendo bandalha. Sei que ele entrou na contramão em uma curva muito perigosa, que não dá para ver direito o que vem do outro lado, e aconteceu um acidente sério.

O estado do carro está abaixo:


O mapa do local do acidente pode ser visto aqui.

Eu escondi intencionalmente a placa, pois não sei se ele estava fazendo uma bandalha ou se perdeu e entrou na contramão.

O estado do ônibus (ele aparece ao fundo da foto anterior), que vinha na sua mão correta, está abaixo:



Dá para ver que ele poderia prosseguir viagem normalmente, pois nem o farol parece ter quebrado. É algo que deve ser consertado rapidamente.

Segundo o motorista do ônibus, ninguém se feriu no ônibus. As testemunhas falaram que o motorista do carro se feriu, e pela descrição dos ferimentos, ele estava sem cinto de segurança. De novo, eu NÃO tive como confirmar isto, e por isto não posso dar certeza. Sei que, com o cinto de segurança, ele não teria os ferimentos que me descreveram, mas acredito que possivelmente ficaria atordoado assim mesmo pela desaceleração rápida que o carro deve ter sofrido no impacto.

O interior do carro estava intacto (Esqueci de fotografar isto.), portanto toda a tecnologia de proteção empregada na construção do carro funcionou.

Ele não devia estar em estado grave, pois a ambulância "saiu de fininho", sem a sirene ligada. Quando percebi a ambulância tinha ido embora. Abaixo está a primeira voto que tirei, que mostra a ambulância no local:


Dá para ver a curva no meio fio, mas acho que aí não foi o local do impacto. Tem um rastro de água do radiador no chão. Acho que o carro foi arrastado para este ponto. Pode ter sido arrastado para liberar a curva, e em parte pelo impacto.

Na segunda foto, a primeira que mostra o estrago no ônibus, dá para ver ao fundo o carro batido e um ônibus tentando fazer a curva e desviando do carro batido.

Esta foto dá uma ideia melhor de todo o contexto:


Nela dá para ver o carro batido, o carro de polícia (Tinha outro que não saiu na foto, e que foi embora alguns minutos depois.), o ônibus batido na calçada do outro lado da rua, o caminhão de bombeiros, a ambulância, a curva onde houve a batida, a outra curva e a reta, e veículos passando. Atrás das árvores ao fundo está a Av. Brasil.

Dá para ver que tem uma casa alta bem na curva. Ela impede que se veja o que vem do outro lado da curva, mas isto não seria problema se ninguém fizesse contramão. Tudo que tem que ser visto (nas situações normais) está visível.

Outra coisa que me intrigou foi o quebrado do triângulo que demarca as curvas e o caminho reto. Será que o ônibus atingiu ele depois de bater no carro? De imediato não dei muita atenção.

O trecho de onde veio o ônibus é mão dupla, mas todas as outras vias deste local são de mão única. A bandalha comum aqui é fazer esta curva na contramão e logo em seguida pegar a mão certa. Como falei antes, não sei se foi o caso.


Desconfio que o ponto de impacto está no meio desta foto, onde tem pedaços e de onde parte uma mancha que pode ser água de radiador. O azul do canto inferior esquerdo é do carro de polícia que dá para ser visto nas fotos anteriores. O táxi está na mão certa, pois este trecho é mão dupla. Esta é a pista de onde veio o ônibus.

Acho que isto serve de exemplo que não se deve fazer contramão, especialmente em alguns lugares. Então esteja sempre atento para não se perder, e nem tente fazer contramão intencionalmente. Tudo o que pode ganhar fazendo bandalhas assim pode ser perdido de uma vez só, inclusive a própria vida.

E use sempre o cinto de segurança.

Um comentário:

  1. Adivinhem... Não, não bateu outro no mesmo lugar não.

    A poucas dezenas de metros tem um lugar que foi a antiga saída da Av. Brasil, mas que alguns fazem bandalha passando por lá, ao invés de fazer o caminho atualmente correto, que este ônibus fazia.

    Bem. Tem uma obra de galeria de esgoto que foi estrategicamente colocada para não atrapalhar o tráfego. Ela estava cercada, mas sem tampa. Ela está cercada com blocos para que nenhum carro, vindo pelo caminho certo, caia nele.

    Sim, "deu merda". Tudo indica que um motorista descuidado fez a bandalha, e caiu nele. Acabou com o carro da empresa. Ele se feriu pouco, e conseguiu sair sozinho do carro, mas não do buraco. Segundo me falaram, tiveram de colocar a escada para ele sair. O carro ficou muito danificado, e o operador do guincho disse que foi perda total.

    ResponderExcluir